VISITANTES

domingo, 9 de maio de 2010

A RELIGIOSIDADE E O IMAGINARIO SOCIAL

DESDOBRAMENTOS DE UMA "POLITICA SOCIAL VICIADA"

Hoje no limiar do século 21, nos encontramos nas mesmas condições sociais e políticas do século passado, embora o país tenha tornado-se "laico" o pensamento ainda elaborado no século passado é que sobrevive e a partir dele se da continuidade ao imaginário popular sobre as religiões de matriz tradicional Africana.

É notório quando se fala de religiões não cristãs a imediata relação com o fetichismo ou mais apropriadamente com o satanismo. Mas no caso das religiões de matriz Africana a relação com cultos demoníacos ou satanistas é imediata e não por acaso. Esse tipo de pensamento foi introduzido junto com a intolerância religiosa e persiste até os dias de hoje, cada vez mais insuflados através dos meios de comunicação cada vez mais dominados pelos "cristãos", hoje caracterizados pela denominação de "Neo Pentecostalistas", mas na realidade apenas estão expondo o ponto de vista da religião oficial do país a Católica Apostólica Romana, que com sua falsa atitude "Ecumênica" ficou com o discurso deixando a prática da intolerância aos pentecostais, notadamente duas organizações politico-religiosa, a famigerada ( IURD) Igreja Universal do Reino de Deus e a Igreja Deus é Amor, é importante dizer que existem outras denominações de menor importância, que baseadas na intolerância da (IURD) insuflam seus seguidores a perseguições e agressões verbais e práticas.

A programação de alguns canais de TV é totalmente voltada contra as religiões de matriz Africana assim como as rádios que mais agressivas tem programação diuturna, onde fazem apologia contra a chamada "Macumbaria" ou "Magia negra" praticada nos Terreiros de Candomblé ou Tendas de Umbanda.

Esse tipo de discurso tem provocado vários incidentes nos mais diversos estados, notadamente no eixo Rio de Janeiro/Salvador-Bahia/São Paulo, onde os Neo-pentecostais tem participado amiúde de agressões a Templos assim como aos participantes dos mesmos. Na realidade estão participando de uma verdadeira guerra religiosa, ou cruzada santa contra as religiões de matriz Africanas.

No entanto é curiosa a posição do governo federal que concede e autoriza o funcionamento de tais veiculos de comunicação, assim como dos órgãos de fiscalização que em determinados momentos fazem vistas grossas as ocorrências mais evidentes. No entanto quando ocorreu o episódio da Santa chutada pelo "Bispo" imediatamente se deu a reação e a "punição" dos autores, mas não do veiculo, e o mesmo não ocorre quando as agressões são direcionadas as religiões de matriz Africanas diariamente agredidas de maneira fragrante.

Um outro episodio causou comoção a comunidade Afro decendente, No Ceara uma Iyalorixa durante o transe foi friamente executada por um individuo que após o ato evadiu-se, a fita de video da ocorrencia tem sido usada por estes meios de comunicação até os dias de hoje de forma a atacar as religiões Afro.

O Ile Iya mi Osun Muiywa preocupado com a problematica em questão tem conclamado renomados Babalorixas e Iyalorixas do Estado de São Paulo afim de discutir planos de ação referentes a estas e outras questões que permeiam os direitos plenos de nossa religião face as outras:

1- A solicitar ao governo federal (Ministério das comunicações)a concessão de um veiculo informativo ( Radio ) ou ( TV )

1.1- Privilegio já concedido a todas as religiões cristãs com loby político.

2- Reconhecimento pleno da qualidade de MINISTRO DE CONFISSÃO RELIGIOSA, Todos os Babalorixá e Ialorixá via Ministério da Justiça e Secretarias de justiça de Estado.

2.1- Privilegio já concedido a todas as religiões cristãs com loby político.

3- Aceitação de cadastramento no INSS dos Babalorixás e Iyalorisa como Ministro de confissão religiosa, via Ministério da Justiça, Secretarias de Estado, Fazenda e Previdência.

3.1- Privilegio já concedido a todas as religiões cristãs com loby politico.

4- Insenção de impostos territorial (IPTU), via Ministério e Secretaria de Estado da Justiça e da Previdência.

4.1- Privilegio ad-eterno concedido as religiões cristãs.

5- Inviolabilidade do domicilio religioso, via Ministério e Secretarias de Estado da justiça.

5.1- Privilegio já concedido............

6- Prisão especial aos sacerdotes das religiões não cristãs, via Ministério e Secretarias de Estado da Justiça.

6.1- Privilegio já concedido............

7- Criação de disciplina sobre as religiões não cristãs a nível superior a ser ministrada nas Universidades e Academias de policia de todo o país em especial acerca da Religião Afro-decendente, visando informações básicas sobre os procedimentos ritualisticos e culturais assim como informações gerais sobre os Cultos para que sirva como base de esclarecimento de fatos em que a religião ou seus adeptos sejam acusados. Este curso dará base para uma prévia analise à Juizes, Advogados, Promotores, Escrivães, Delegados, entre outros servidores da Justiça.

7.1 Discutir com o Ministério da Cultura, da Justiça e da Educação, assim como Secretarias de Estado

8- Realizar campanha publicitaria a nível nacional, visando o esclarecimento da população sobre a multi-diversidade religiosa do país e consequentemente dismistificando conceitos de natureza racista e xenófobos com relação as religiões não cristãs.

8.1- Discutir a viabilização com Ministério da Cultura, Justiça e Cultura de estado

9- Segundo a constituição do país, o Brasil é um país laico, na pratica isso não é real, basta observar-mos que:

9.1- Em nossa moeda existe a frase (Deus seja louvado) Imposta pelos cristãos.

9.2- Em todas a autarquias seja a nível Federal, Estadual ou Municipal com raras exceções, existe um crucifixo ou algo alegórico mostrando a supremacia da religião cristã sobre as outras. Na pratica é quase oficial na abertura dos discursos nos diversos fóruns públicos com a frase, "COM A AJUDA DE DEUS", uma referencia direta aos cristãos.

9.3- È publico e notório em nossas escolas citações Bíblicas e sobre a religião cristã assim como os crucifixos afixados em lugar de destaque acima da cadeira do professor.

9.4- Este tipo e omissão retrata o descaso do Poder Judiciário na aplicação e manutenção da constituição do país e de sua conseqüente preservação, levando o cidadão a atitudes racistas, xenófobas e descriminadoras em função do descomprimento das leis pelo poder que tem a função de aplica-las e se fazer cumpri-las.

SUGESTÕES DE AÇÕES AFIRMATIVAS

10- Formar uma aliança Internacional com países do Caribe e África possibilitando a troca de informações sobre formas de combate a discriminação e xenofobia as Religiões Tradicionais. Muito embora a tradição religiosa tenha vindo de países Africanos a colonização causou a mesma problemática de discriminação tanto la como nos países do Caribe, a imprensa e a industria cinematográfica tem feito diversas afirmações totalmente deturpadas conduzindo a população internacional a uma visão satânica de diversas religiões tradicionais Ex: Os Vodun dos Dahomeanos hoje são vistos como figuras fantasmagóricas vindas do inferno ou recém saídas de sepulturas, seus sacerdotes são vistos como bruxos ou magos negros, que estão a total serviço das forças do mal.

10.1- Através de uma aliança a ser formada com Fundação Palmares, Itamarati e Ministério de Relações Exteriores.

11- Estudo especifico sobre as culturas remanescente dos quilombos visando a recuperação da Cultura Religiosa original, levando em consideração que a introdução de elementos cristãos ( católicos e evangélicos ) nestas áreas tem levado as culturas originais a extinção total.

11.1- Estudo, planejamento e pesquisa a serem desenvolvidos pelo Ministério da Cultura e Secretarias de Estado da Cultura.

12- O reconhecimento dos Terreiros de Candomblé em todos o país e demarcações de suas terras impedindo a invasão e a conseqüente extinção a exemplo do que acontece hoje no tradicional terreiro do GANTOIS, que vive uma situação complicada com a invasão de seu território sagrado, caso vivido anos atras pela CASA BRANCA DO ENGENHO VELHO, cuja intervenção do governo estadual o salvou de perder parte de seu patrimônio cultural e religioso.

12.1 Estudo, planejamento e pesquisa a serem desenvolvidos pelo Ministério da Cultura, e Secretarias de Estado.

Ile Iya Mi Osun Muiywa

Oga. Gilberto Ferreira

PROPOSTA PARA

O SEMINARIO SOBRE A RELIGIOSIDADE E O IMAGINARIO SOCIAL

Período de 07 a 08 de setembro de 2000

Numero de participantes 50

ATIVIDADES

DIA 07/09

9 HORAS

Abertura oficial com a presença de autoridades e especialistas convidados.

10 HORAS

Café

10.15 HORAS

TEMA: AS RELIGIÕES DE MATRIZ AFRICANA E A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA

Mesa com 4 especialistas nos sub temas subsequentes

Sub tema: 1.1 Os direitos das Religiões de matriz Africana face as cristãs.

Dr Hédio da Silva Júnior

Sub tema: 1.2 As religiões de matriz Africanas e a mídia.

1-Prof Dr Solange Colceiro ECA/USP

2-Prof Dr Dilma de Melo Silva Prolan/Usp

Sub tema: 1.3 O Brasil como Estado laico.

Dep Aroldo Lima

Sub tema: 1.4 A folclorização das Religiões de matriz Africana.

Prof Dr Josildeth Consorte

11.45 INSTALAÇÃO DOS GRUPOS DE TRABALHO 6 PARTICIPANTES POR GRUPO.

OBS: ESTES GRUPOS DEVERÃO SE REUNIR EM OUTRO AMBIENTE

12 HORAS

ALMOÇO

13.30 HORAS

TEMA: AS RELIGIÕES DE MATRIZ AFRICANA E A RESISTENCIA HISTORICA NO MUNDO

Sub Tema: O Colonialismo e a resistência Yoruba na Nigéria.

Prof Dr Ogun Wande Abimbola USA

Sub Tema: A resistência da Religião em Cuba.

Prof Willie Ramos CUBA/USA

Sub Tema: A resistência da Religião na Argentina.

Carlos/ Carmen Pogg

Sub Tema: A resistência da Religião no Brasil.

PROF DR Ordep Serra UFBA/Brasil

15.30 HORAS

Café

15.45 HORAS

TEMA: A DESTRUIÇÃO SISTEMATICA DOS SITIOS SAGRADOS DAS RELIGIÕES AFRO NO BRASIL

Prof Dr Vivaldo Costa Lima ( Bahia )Opo Afonja

Prof Dr Norton Correia ( Maranhão )Ile Iya mi Osun Muiywa

...............(São Paulo )

Pro Dr José Flavio Pessoa de Barros (Rio de janeiro )Eng Velho

17.05 HORAS

Atividade cultural

Tambor de Crioula

Afoxé

17.45 HORAS

COQUETAIL DE ENCERRAMENTO

ENCERRAMENTO

São Paulo 10 de agosto de 2000

Oga Gilberto A. Ferreira

Pesquisador

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário será lido e respondido devidamente