VISITANTES

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

O ILE ASÉ JIKU JIKU ATRAVÉS DE SEU OLUWO OGA GILBERTO DE ESU EM JOGO REALIZADO NA PASSAGEM DO DIA 31 DE DEZEMBRO DE 2013 PARA O DIA 01 DE JANEIRO DE 2014 .

OBS; ESTE JOGO NÃO SE PRESTA AO MUNDO, AO PAÍS OU AO ESTADO, DEVERÁ SER OBSERVADO PELOS SEGUIDORES DE NOSSO ASÉ.
ODU REGENTE EJIONILE MEJI
ORISA REGENTE OBATALA
         Ejionilé é muito conhecido como  Ogbe Meji, dentro do sistema de Ifá.  Eiionile ou Jionle. Deve ser contração da palavra Oji lo n'ile, cuja tradução é: "Aquele que possui a Terra (o mundo).
 "Este Odu recebe ainda os seguintes nomes”: Ogbe Oji - Duas palavras (vida e morte).
Alafia - Coisas boas.
Awulele - Cumpra com seu sacrifício e serás bem sucedido.
Aluku Gbayi - Aquele que conhecendo a morte se ergue sobre o mundo.
         Sua cor é o branco podendo por vezes aceitar também o azul. É um Odu masculino.
         Ejionile é considerado o pai dos demais Odu, sendo, portanto o mais velho de todos, com exceção de Ofun Meji de quem foi gerado.
Rege o sistema respiratório e tem também, sob suas ordens a coluna vertebral, além de todo o complexo de vasos sanguíneos do corpo humano embora se saiba que o sangue não lhe pertence e sim a Osa Meji.
EJIONILE MEJI EM IRE:
Em Ire , independência, determinação, um caminho aberto e que deve ser seguido, auto suficiência, vitória sobre o inimigo, dedicação em face de problema próprio ou alheio, desenvolvimento intelectual pela vontade de saber,  vitória em problemas de ordem financeira.
Em osogbo: CUIDADOS
Perdição pelo jogo, estupidez, teimosia irracionalidade, ações impensadas que ocasionam problemas, confusão, agressividade, fúria incontrolada, casos judiciais, uma aventura que terá final desastroso, falta de escrúpulos, adultério, sexualidade excessiva. Fala de doenças (Osogbo Arun) como: anemias, males do estômago, das mamas, da garganta e do ventre, loucura por imaginação excessiva, problemas da coluna vertebral e do olho esquerdo.
EWO
Está proibido, usar roupas vermelhas, pretas ou de cores demasiadamente escuras; emu (vinho de palma); carne de galo, de cobra, akasa enrolado em folha de bananeira, usar pérolas negras, corais negros e onix. Não devem também matar ratos.
ITAN EJIONOLE
Naquele tempo a Terra havia sido criada e sua extensão ainda era muito pequena estando a maioria do globo coberta pelas águas do oceano. OBATALA ordenou que os Orisa viessem habitar sobre a pequena faixa de terra firme então existente pra ali estabelecerem o ambiente necessário, para o surgimento da vida humana. Todos foram consultar Orunmila e na consulta surgiu a figura de Ejiogbe (Ejionile) sendo determinado um sacrifício e que todos os Orisa deveriam oferecer para que suas missões fossem coroadas de sucesso. Como o ebó determinado fosse muito dispendioso, todos, com exceção de Orisala negligenciaram-se a fazê-lo e assim rumaram para a terra recém criada. Como Orisala oferecera o seu sacrifício, foi o primeiro a chegar já que Esú lhe indicara o caminho mais curto e sem qualquer obstáculo. Aos outros, Esú criou todos os tipos de dificuldades e desta forma ao chegarem a terra encontraram Orisala já estabelecido. Durante o tempo em que Orisala permaneceu sozinho sobre a terra teve que fazer com suas próprias mãos, todo tipo de serviço pesado, como cortar e carregar lenha para a construção de seu palácio o que lhe provocou uma deformação nas costas passando, a partir de então a caminhar apoiado num cajado.         Um a um os Orisa foram chegando e todas as terras já estava cercadas e plantadas, sendo Orisala seu legítimo dono. Sem ter onde ficar e estabelecer seus reinos reuniram-se em assembléia, para deliberarem de que maneira iriam proceder para que pudessem cumprir suas missões e a esta reunião. Orisala também compareceu.
 "Que desejam, agora que realizei todo o trabalho pesado? “Perguntou o poderoso Funfun”. "Só Ihes resta habitarem as profundezas de Okun, já que ao chegarem, encontraram toda a terra trabalhada por mim!" Diante da posição do Orisala os demais Orisa prostraram-se diante dele e com os rostos encostados no solo suplicaram que Ihes desse um pedaço de terra firme, para que pudessem realizar seus trabalhos e que ficasse ele mesmo com os mares e toda a riqueza neles contidas. Orixalá então nomeou Olokun, seu filho mais velho para reinar sobre os Oceanos, enquanto ele reinava sobre todo o planeta, concordando em distribuir, entre todos os Orisa, um setor da natureza para que ali pudesse estabelecer os seus reinados sempre prestando obediências a ele que foi coroado e aclamado por todos como o rei dos reis.
A partir de então, por ter feito o ebó determinado Orisala passou a ser o mais importante dentre todos os Orisa seus reinos se expandiram na medida em que as águas do mar iam deixando mais e mais terras habitáveis e os demais Orisa puderam cumprir suas missões governando os elementos e as diversas manifestações da natureza.
ÉBÓ PARA 2014
8  espigas de milho verde, bem tenras / Mel / Efun / Ori
Descascam-se as espigas assar ligeiramente num braseiro. Depois de assadas, passar ori e regar com mel; arruma-se numa tigela branca. Pulveriza-se com efun,  gari eja e gari eku. Cobrem-se tudo com algodão e deixa-se por oito dias nos pés de Osalá, mantendo iluminado com velas ou lamparina de óleo de algodão. No oitavo dia, leva-se à uma mata e despacha-se sob uma árvore velha e frondosa, forrando o chão com um pano branco.
Deve-se pegar ierosun e riscar o ODU no Opon Ifa e riscar o cimo da  cabeça ao fazer o ébó.


Oga Gilberto de Esu

Nenhum comentário:

Postar um comentário

seu comentário será lido e respondido devidamente